Idosos um bom nicho para se investir

É crescente o número de idosos que procuram por atividade física. No Hospital Ifor, especializado em ortopedia em São Bernardo do Campo (SP), pertencente à Rede D’Or São Luiz, os médicos tem notado um crescimento significativo nessa procura.

Se considerarmos o velho discurso de que as academias atingem apenas 4% da população e que há um mercado enorme esperando para ser conquistado, trabalhar com idosos pode ser uma ótima saída para quem busca se diferenciar no mercado. E o melhor, com baixo custo de investimento para quem já tem uma estrutura montada.

Idosos um bom nicho para se investir

Cresce número de idosos a procura de atividade física

Assim como em qualquer faixa etária, os exercícios para idosos são de extrema importância para a melhora da saúde. Geralmente possuem doenças, como hipertensão, problemas com o colesterol, diabetes, dores articulares em decorrência do desgaste articular, depressão e apresentam sobrepeso ou obesidade; e em muitos casos, estão associadas umas às outras. E como sabemos a atividade física consegue auxiliar no controle dessas condições, melhorando a qualidade de vida do paciente.

A ideia seria aproveitar os espaços que a sua academia já oferece e criar um programa destinado ao atendimento dos idosos e que tivesse como objetivo melhorar a sua qualidade de vida, já que por meio exercício é possível controlar a maioria das doenças que acometem essa faixa etária.

Para o especialista em Medicina do Esporte do Hospital ifor, Dr. Carlos Eduardo Pereira Melo, os idosos estão mais engajados em ter hábitos saudáveis. “Não vimos essas mudanças nas gerações dos nossos avós, por exemplo, onde não era tão frequente praticarem atividade física. Atualmente recebo pacientes que querem correr maratonas, completar provas de triathlon”, destaca. O médico acredita ainda que isso é um reflexo direto desta exposição nas mídias a favor da atividade física. “Eles vem buscar atendimento com objetivos pessoais no esporte”, completa.

Uma informação importante foi observada pelo médico e que pode ser aproveitada para quem deseja investir nesse nicho. A maioria dos idosos hoje chega ao consultório questionando sobre a possibilidade de realizar hidroginástica, por terem a ideia de que é a única atividade recomendada para a faixa etária. “Podemos indicar também pilates ou musculação. Inicialmente eles desconfiam, mas ao explicar os benefícios de cada uma, acabam se interessando também por elas. São impedidos de praticar esportes somente aqueles que possuem doenças cardiovasculares ou osteoarticulares”, explica. De uma maneira geral, as atividades indicadas devem envolver flexibilidade, equilíbrio, como, por exemplo, as funcionais, musculação e aeróbicas.

Todos esses benefícios refletem ainda na diminuição do risco de quedas, considerado um tema importante na saúde do idoso, pois melhora a força muscular, o equilíbrio, a cognição e a coordenação motora. Veja que esses são pontos que podem ser explorados nas ações de marketing e vendas para esse tipo de serviço.

Se você tem receio de entrar de cabeça nessa ideia, comece aos poucos, contrate um profissional que tenha especialização nessa faixa etária e crie um programa. Destine um horário para o atendimento, pense também em atividades coletivas. Faça a experiência e depois venha contar seus resultados.